Tempo estimado de leitura: 9 minutos

Diante da desconfiança que muitos tutores têm em embarcar seus pets em veículos e aviões para viagens para outra cidade, muitos optam por fazer a viagem em seu próprio veículo ou em um veículo alugado, pois imaginam ser mais seguros. Será mesmo que essa é a opção mais segura?

Cachorro sentado no banco carona do carro com seu tutor dirigindo. (Foto: Banco de imagens)

Neste post, vamos falar sobre os riscos na hora de transportar os animais de carro e mostrar alguns equipamentos e pontos que devem ser levados em consideração para garantir a segurança, caso você opte por fazer essa viagem por conta própria.

Além disso, temos outro post falando sobre qual o melhor custo beneficio, vantagens e desvantagens entre contratar uma transportadora especializada em transporte de animais ou usar o próprio carro, ou alugar, assumindo para si os custos da viagem, como o combustível, pedágio, alimentação, hospedagem, locação e manutenção do veículo.

Viajar com um Pet dentro do carro requer atenção

Humanos, mesmo bebês e crianças, conseguem manter uma certa disciplina no veículo e possuem cadeirinhas específicas conhecidas como bebê conforto que garante segurança.

No caso dos pets, o mercado disponibiliza uma série de equipamentos de segurança, muitos deles sem qualquer tipo de certificação de qualidade que podem dar para o tutor uma falsa sensação de segurança, quando, na verdade, eles nem sempre são eficientes no casos de acidentes.

Além disso, alguns tutores deixam seu pet livre no carro, o que podem causar acidentes e comprometer a vida dos animais, dos passageiros e dos motoristas.

Estamos preparando um post somente sobre os equipamentos de restrição e segurança, então se inscreva para ser avisado quando ele for publicado.

Newsletter

Além de receber por e-mail nossos trechos promocionais, você recebe diversos conteúdos exclusivos e artigos do nosso blog. 🤩

Por que os cães precisam estar seguros e protegidos no carro?

Ao viajar, o equipamento de segurança que você for utilizar, seja ele uma caixa ou uma bolsa de transporte ou um cinto de segurança deve manter seu cão seguro enquanto você estiver dirigindo.

Muitos donos optam por deixar seu Pet solto no carro, mas isso pode ser muito perigoso tanto para os tutores quanto para os animais. Em caso de acidente, seu cão se tornará um “projétil instantâneo”, voando pelo pára-brisa e ferindo você, outros passageiros e a si mesmo.

Além disso, cães soltos no veículo também são uma causa comum de acidentes na estrada por se tornarem, facilmente, uma distração.

Entenda como os cães costumam distrair os tutores enquanto dirigem

Pesquisas revelam que que cães soltos distraem motoristas de várias maneiras.

Confira as mais relatadas, segundo uma pesquisa feita pela CarRentals, por motoristas que já transportaram seus pets soltos.

  • Subir no colo de seu dono enquanto dirige;
  • “Cutucar” com pata o motorista, enquanto estão no carro;
  • Colocar a cabeça para fora da janela durante a condução e bloquear a visão da janela;
  • Ficar enjoado durante a condução;
  • Ficar de pé no console central para colocar a cabeça para fora no teto solar;
  • Pisar no câmbio e passar a marcha acidentalmente

Entre muitas outras formas, que não conseguimos prever.

como-os-animais-causam-distracao-na-direcao
Infográfico “Como os animais causam distração na direção” (Referência: CarRentals.com)

Stephen King se envolveu em um acidente de carro horrível e quase fatal quando o outro motorista tirou os olhos da estrada para dar atenção para seu cachorro.

Ter um cão solto em seu carro geralmente resulta em destruição e a concentração do motorista fica prejudicada aumentando as chances de acidentes. Usar equipamentos de proteção que limitem a circulação dos animais manterá você e seu melhor amigo mais seguros.

Mesmo que seja divertido ter seu filhote ao seu lado como copiloto, a distração do seu cão prejudica muito a segurança nas viagens. Não vale o risco!

Como encontrar uma caixa de transporte segura

Há uma série de coisas que você deve considerar para escolher a caixa de transporte correta para seu pet, como as seguintes:

1. Verifique se o tamanho é suficiente e adequado

Preste atenção ao tamanho do seu cão, em comparação com o tamanho da caixa ou transportadora.

A caixa de transporte correta deve permitir que ele fique sentado e dê uma volta em seu interior, mas não é recomendado que a altura seja maior que 15 cm da altura de seu cão.

Isso porque o aconchego é, na verdade, parte do que mantém seu cão seguro, porém, fornecer espaço em excesso significa maior impulso e força no impacto, resultando em uma colisão mais perigosa para o seu cão.

2. Verifique se é construída com encaixes de alta qualidade

Se os conectores da caixa de transporte não forem fortes e adequados, ela poderá abrir em um acidente e isso pode comprometer a segurança dos animais, em casos de eventual acidente ou freada brusca.

Em muitos testes de colisão com cães, os conectores para acoplar as partes da caixa de transporte foram o principal ponto de falha.

Por outro lado, você deve evitar caixas de transporte com as seguintes características:

❌ Construção de arame

As caixas de arame para cães podem ser bastante úteis em muitos cenários, mas o carro não é um deles.

Caixas de arame não vão fazer muito para proteger seu bebê peludo em um acidente de carro. Embora sejam adequados para impedir que seu cão o distraia enquanto dirige, uma caixa de arame pode desmoronar com o impacto.

❌ Caixas de Lados Macios

Os transportadores de laterais macias e os engradados macios são compartimentos finos para uso geral (especialmente se forem feitos de algo como nylon durável) e funcionam muito bem como transportadores de cabine aprovados pela companhia aérea.

No entanto, uma caixa de tecido fará pouco ou nada quando se trata de proteger seu cão em um acidente de carro. Como os porta-aviões são macios, a maioria entrará em colapso imediatamente com o impacto.

3. Verifique a qualidade do plástico da caixa

A maioria das caixas de plástico foram relatadas como frágeis, por fraturar e quebrar com o impacto, deixando seu cão inseguro.

A maioria das caixas de plástico tradicionais simplesmente não são resistentes o suficiente para serem à prova de choques.

No entanto, algumas caixas testadas contra choques são feitas de plástico muito durável.

Portanto, certifique-se de buscar bem e fazer sua lição de casa antes de fazer uma escolha.

Para ajudar, vamos falar um pouco sobre os modelos de caixa de transporte que você pode encontrar em sua pesquisa.

Caixas de transporte padrão IATA

São as caixas de transportes mais seguras, pois são construídas seguindo um rigoroso protocolo estabelecido pela IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) que estabelece características como:

  • Ser feita de material resistente (plástico rígido, madeira rígida ou laminada e metal);
  • Possuir ventilação adequada para o animal;
  • Ter um fechamento seguro;
  • Possuir porta de grade resistente e que não permita que o animal passe sua cabeça por ali;
  • Ter piso impermeável e da mesma forma resistente.
cachorro-dentro-da-caixa-de-transporte-padrao-iata
Cachorro dentro da caixa de transporte padrão IATA. (Foto: Banco de imagens)

Caixas de transporte comum

Também usadas para o transporte de cães e gatos, porém não seguem os padrões estabelecidos pela IATA.

Tutor fixando a caixa de transporte plástica ao cinto de segurança. (Foto: Banco de imagens)

Bolsas, malas e caixas flexíveis para transporte

Geralmente usadas para o transporte de cães e gatos de pequeno porte e, por serem flexíveis, oferecem mais conforto aos pets.

Porém, recomendamos as rígidas, principalmente as de padrão IATA, por oferecerem mais segurança.

Gato acomodado dentro da bolsa de transporte. (Foto: Banco de imagens)

Conheça outros equipamentos de restrição e segurança

Além das caixas de transporte, existem outros equipamentos comumente usados que podem ajudar na hora de transportar seu pet com segurança, como o cinto de segurança especial para cães e gatos, redes, telas e grades veiculares para cães.

tipos-de-equipamentos-de-restricao-e-seguranca-para-transportar-animais-no-carro
Infográfico “Preparando seu carro com equipamentos de restrição e segurança” (Referência: CarRentals.com)


Gostou das dicas? Então, acompanhe nosso blog para mais informações. 😍

Newsletter

Além de receber por e-mail nossos trechos promocionais, você recebe diversos conteúdos exclusivos e artigos do nosso blog. 🤩

Deixe seu comentário