Se viajar sozinho, com amigos ou com a família já requer um planejamento, viajar com seu Pet requer um planejamento ainda mais detalhado.

Saiba agora tudo que é preciso considerar na hora de fazer o planejamento de viagem.

Não há nada melhor do que viajar com seu melhor amigo para uma cidade nova, visitar parentes ou conhecer novos lugares, não é mesmo?

O primeiro passo que você deve realizar é um planejamento de viagem para que você consiga evitar qualquer imprevisto.

Montar esse planejamento é fundamental para que tudo ocorra de acordo como esperado.

Contudo essa nem sempre é uma tarefa fácil pois é preciso estar atento a diferentes detalhes.

Para descobrir como montar um planejamento de viagem eficaz e perfeito, continue a leitura deste post, pois preparamos um guia completo com dicas para você guardar por toda a vida. Confira!

animal-de-estimacao-na-viagem

Importância do planejamento de viagem

Planejar a viagem e deixar seu Pet preparado pode garantir uma viagem muito mais divertida, confortável e segura.

Além disso, o planejamento reduz as chances de ocorrer uma surpresa desagradável, pois ele o ajuda a se precaver de possíveis imprevistos.

As dicas que estamos passando foram montadas pela equipe técnica da Moovipet, formada por médicos veterinários e especialistas em comportamento de animais.

Portanto, leia atentamente, aperte o cinto de segurança, cheque a coleira de peitoral e boa viagem!

O que considerar na hora de planejar?

Um bom planejamento deve ser completo e levar em consideração principalmente as caraterísticas de seu Pet.

Alguns animais se adaptam bem a caixa de transporte, outros não.

Uma boa alternativa para os Pets que não gostam das caixas de transporte é o emprego de cintos de segurança e coleiras de peitoral, específicos para cães.

Hoje, você encontra esse itens de segurança com facilidade nos Pet Shops.

O importante é nunca embarcar sem o uso de um sistema de segurança.

Além de multa, você pode colocar seu melhor amigo em risco.

Escolha a opção mais adequada.

Adaptação à caixas de transporte

Se o seu Pet não está acostumado a utilizar caixas de transporte, é importante que ele passe por uma adaptação.

Utilize alimentos, brinquedos e incentive o uso da mesma para descanso durante a semana que antecede a viagem.

Se ele não estiver adaptado, certamente terá maior dificuldade em se acostumar durante a viagem e isso pode lhe causar bastante desconforto.

cachorro-na-caixa-de-transporte

Como escolher uma Caixa de Transporte

A Moovipet fornece gratuitamente as caixas de transporte padrão IATA na maioria das situações.

Todavia, se houver necessidade de preparação, você deve comprar uma.

A caixa deve atender alguns requisitos importantes para garantir conforto e segurança para seu melhor amigo.

Como não há uma padronização, cada fabricante adota a classificação de tamanho que desejar, deixando muitas vezes o tutor confuso.

Dessa forma, não compre uma caixa de transporte pelo número.

A forma mais adequada é tirar a medida de seu Pet sentado, dos pés a cabeça, e comprar um caixa que atenda aos seguintes requisitos:

  • A caixa de transporte deve ter espaço suficiente para o animal se mover e girar no interior. Ele deve ficar sentado sem encostar a cabeça no teto.
  • A caixa de transporte não pode ter rodas e deve ser feita de material resistente e ter ventilação adequada.

Utilize focinheira somente de for necessário

A Moovipet quer proporcionar a melhor experiência para a viagem de seu Pet e sabemos que a focinheira pode trazer algum desconforto.

Porém, em algumas situações em que os animais possam oferecer algum risco a segurança de outros Pets, o uso da focinheira é obrigatório.

Lembramos ainda que na modalidade compartilhada nós não embarcamos animais anti sociáveis.

Nossa maior preocupação é garantir um ambiente de conforto e segurança durante todo trajeto.

Se tem um item que pode aumentar o stress do Pet não adaptado ao transporte, esse item é a focinheira.

São raros os animais que ficam confortáveis com esse equipamento
de segurança.

O rosto é a parte do corpo onde há um alto grau de sensibilidade e onde se concentram a maior parte dois sentidos do animal.

Um objeto que limita sua capacidade instintiva pode afetar seu estado de conforto.

Entretanto, em alguns casos a focinheira é necessária durante o deslocamento para que possamos garantir a segurança em nossas viagens.

Apesar de possuirmos focinheira própria em nossos veículos, nós recomendamos que o tutor adquira uma focinheira própria adequada ao porte e raça do Pet.

Cada raça tem uma anatomia de face diferente e existem vários tamanhos e modelos próprios para cada raça, adaptando-se melhor ao rosto, proporcionando uma experiência muito mais confortável.

A focinheira deve ser de material resistente e permitir que o animal abra a boca e respire naturamente.

Nunca utilize mordaças ou focinheiras improprias.

A forma correta para adquirir uma focinheira é levando seu Pet no Pet Shop e verificando qual o melhor modelo e tamanho para seu melhor amigo!

Parece simples, mas comprar a focinheira mais adequada faz toda diferença na experiência da viagem para ele.

Coleiras peitoral

Da mesma forma que a focinheira, existem vários tamanhos e modelos de coleiras.

A forma correta para adquirir uma coleira é levando seu Pet na loja para experimentar.

Verifique se a coleira está ajustada ao corpo, sem folgas e sem pressionar pescoço e abdome.

Nunca utilize coleira de pescoço para viajar com seu Pet.

A coleira peitoral é muito mais segura pois impede a fuga e distribui a força de tração por todo corpo do Pet tornando a viagem mais seguira e confortável.

Os cães devem embarcar sempre com guia e coleira peitoral.

alimentacao-documentacao-animal-viagem

Separe a documentação de seu animal

Para embarque de cães e gatos, dois documentos são obrigatórios e podem ser adquiridos em sua própria residência através de atendimento médico veterinário domiciliar.

São eles: comprovação da imunização antirrábica (mais que 30 dias e menos que 1 ano) e atestado de saúde (que tem validade de 10 dias).

Se for de MooviPet, fique atento a data de embarque e providencie a documentação necessária.

Essa documentação é obrigatória mesmo que você faça a viagem com seu próprio veículo.

Se não for cachorro ou gato, seu Pet deve providenciar um documento chamado GTA, cujo procedimento para emissão será abordado em outra matéria de nosso blog.

Se for animal exóticos ou silvestres controlados pelo IBAMA, outros documentos são necessários e vamos falar sobre isso mais adiante.

Se houver acompanhantes (pessoas) para embarcar, devem apresentar carteira de identificação com foto, por ocasião do embarque.

Deixe seu melhor amigo de banho tomado

O banho é extremamente importante para saúde e higiene dos Pets.

Viajar sujo pode ser desconfortável para seu Pet e pode ainda comprometer a saúde e a segurança dos animais embarcados.

Além de preparar a mala de seu Pet com seus brinquedinhos e roupinhas, não esqueça de dar um banho bem gostoso e deixá-lo bem limpinho.

Acomode os gatos nas caixa de transporte antes de iniciar o embarque

Cachorros curtem a viagem, passeiam e interagem com outros animais e pessoas, na maioria das situações. Os gatos não.

Os gatos, em sua grande maioria, são animais metódicos e se sentem mais confortáveis em ambientes que já conhecem.

Viajar pode acabar deixando o bichano estressado e colocá-lo na caixa de
transporte durante a viagem pode acabar sendo uma tarefa bem mais difícil do que parece.

Dessa forma, busque colocar seu gatinho na caixa com antecedência, pois essa tarefa pode ser complexa se deixar para última hora e pode aumentar o estresse do Pet.

Reserve a quantidade de ração para alimentação

Reserve a qualidade de alimentos necessários para toda viagem (verifique o tempo de deslocamento).

Somente podem ser utilizados alimentos não perecíveis, que não exijam processo de preparação e acondicionados em recipiente adequado e devidamente identificado.

Antes do embarque

Os animais devem fazer jejum de 4 (quatro) horas antes do embarque.

Não se preocupe pois ele irá se alimentar na próxima parada.

Nossa experiência mostra que 90% dos casos de indisposição ocorrem na primeira hora de viagem.

Ele estando em jejum facilita a adaptação.

Tudo que não queremos é evitar uma manipulação excessiva do Pet nesse período.

Dessa forma, o jejum e a voltinha antes do embarque tornam a adaptação mais tranquila e a viagem muito mais confortável.

A hidratação deve ser feita de forma moderada, mas deixe seu melhor amigo sempre hidratado.

Importante: Não altere a dieta ou exagere nas últimas 24 horas que antecedem o embarque.

Alimentos não recomendados:

  • Enlatados;
  • Alimentos com excesso de sal e temperos;
  • Alimentos gordurosos.

Deixe seu melhor amigo aliviado

Dê uma volta 30 minutos antes do embarque para que ele possa fazer as necessidades fisiológicas.

Embarcando sem vontade de ir ao banheiro ele irá fazer uma adaptação mais tranquila e uma viagem muito mais segura e confortável.

Aproveite a viagem

Leve o material de uso de seu Pet como: roupinhas, lençóis, brinquedos, caminhas e outros.

Quanto mais ele se sentir em casa, mais ele vai curtir a viagem!

mulher-cachorro-tirando-foto-selfie-carro

Uso de medicamentos

Em algumas situações, o transporte de um animal somente pode ocorrer com utilização de medicamentos.

Isso ocorre em situações de animais ferozes ou agitados, não acostumados ou que não gostam de transporte automotivo.

Nessas ocasiões é indispensável a presença de um médico veterinário, que indicará o tipo de medicamento e a dosagem a ser empregada.

O tutor ou o motorista nunca deve fornecer medicamentos sem prescrição médica.

São permitidos somente aplicação de medicamentos líquidos ou comprimidos, de acordo com prescrição médica.

Se você for embarcar, garanta o seu conforto

Leve utensílios para seu conforto e descanso como: travesseiros, lençóis e materiais de higiene pessoal.

E não esqueça de preparar sua mala, com tudo que precisa.

Nós que amamos nossos filhos, as vezes esquecemos de nós mesmos na hora de nos preparamos para uma viagem!


Agora, que você já sabe tudo que precisa para viajar com seu Pet, que tal agendar agora sua viagem?

Deixe seu comentário